24/10/09

Querido diário




Hoje fui uma boa menina. Logo pela manhã levantei-me da cama sem preguiça e num piscar de olhos já estava vestida e cheirosa. Hoje surpreendi-me ao colocar uma fita no meu cabelo a condizer com o vestido. Não sei porquê, acordei alegre e com vontade de saltar, saltar, saltar até não poder mais.
Durante o dia, escutei a minha mamã dizer que no domingo vamos ter visitas. Mas que eu me lembre, não é o aniversário de ninguém cá de casa…
Enquanto a mamã andou a arrumar a casa, eu brinquei com as minhas bonecas e procurei não a atrapalhar. Já sabes como ela se zanga quando eu procuro a sua companhia para tomar chá connosco. Só de pensar parece que escuto o grito da sua voz: SAI-ME DA FRENTE!
Às vezes penso que a minha mãe não é esta. E então imagino que me trocaram no hospital quando eu nasci e é por isso que a mamã se zanga comigo, por saber que fui trocada com a sua bebé. De certo que tem saudades da sua filhinha. Mas eu também queria a minha mamã …
Sabes diário se não fosses tu e as minhas bonecas, não tinha com quem conversar nem brincar. E já que ainda hoje é terça-feira tenho de aproveitar para pular e correr o mais que puder, pois no domingo, os meus pais não me vão deixar fazer nada. Tenho de ficar quieta e calada e dizer “sim senhora” a toda a gente.
Espera, será que já estamos na Páscoa? Se assim for, querido Diário, podes pedir ao Coelhinho da Páscoa que me deixe um ovo de chocolate escondido? É que ele também nunca se lembrou de mim.
Agora vou nanar antes que a mamã se zangue outra vez.

Ah. Já me esquecia. Adorei o barulho dos passarinhos que me acordaram hoje de manhã.
Obrigada querido diário.
Até amanhã.



Maria Escritos

2 comentários:

  1. Está muito lindo este texto amor. Parabéns

    ResponderEliminar
  2. Bonito este texto e ao mesmo tempo também um pouco triste,essa parte da mãe se zangar e não deixar fazer nada,e de só haver o diário e as bonecas para conversar e brincar.bjs

    ResponderEliminar