12/09/09

Sorrindo à vida


Num sorriso me atrapalho
Abafando a nostalgia
Dos tempos imaginados
Sob luz da alegria

Esta luz se afugentou
Para a sombra me acolher
Conforto meu parecer
Para aqui renascer

E quanto mais me picares
Mais eu hei-de crescer
De tanta felicidade (sonhada)
Um dia vou florescer

Ataca-me com as tuas raízes
Retira de mim o meu viver
Abafa-me com mil folhas
Ainda sim hei-de sobreviver

Maria Escritos

Sem comentários:

Enviar um comentário