30/09/09

Eu, Maria Escritos, aprendi




Eu aprendi que amar a pessoa errada é certo, e perdoa-la pela sua estupidez também é certo. Aprendi ainda que cada um pode escolher o que semear mas é obrigado a colher o que plantou. Eu aprendi a amar com todas as forças, a perdoar sem olhar para trás e sem hesitação, e ainda a deixar partir quem nos fere e nos magoa e nos espezinha anos a fio. Eu aprendi que é preciso ensinar a amar ainda que tenhas de subir escarpas montanhosas para mostrar o que é o amor. Eu aprendi que dia, nasce um de cada vez e nesse dia há vida. Eu aprendi que viver é amar, é perdoar, é chorar, sofrer, é rir, é desesperar, é ver as pessoas partir e é envelhecer… Eu aprendi que a vida é simples demais e as desculpas dos actos não cometidos são meros actos ilusórios para enganar-mos a nós e não aos outros. Eu aprendi, que ser feliz é saber que a vida é feita de muita coisa e que tudo o que vivo no hoje é a sinfonia que compõe a minha vida. Eu aprendi que por vezes a orquestra que comanda vida fica cansada e é preciso dar um descanso. Eu aprendi que eu sou do tamanho que sinto e não do tamanho com que me enxergam. Eu aprendi e vou continuar a aprender, e vou continuar a amar pois sem amor em mim, eu não sou eu. Sem o perdão eu não me completo, sem o sofrimento eu não sou nada e sem um sorriso eu não brilho no escuro. Eu aprendi que a vida é demasiado valiosa para ser desperdiçada com ódio. Eu aprendi que a vida é demasiado curta para todo o conhecimento que só a vida nos pode dar e aprendi que Amigos são presentes da vida … e por isso preciso viver e dar á vida tanto quanto ela me dá a mim. Eu aprendi a AMAR sem barreiras, e a dar pedacinhos de mim… á vida fora de mim.

Eu aprendi a errar e a reconhecer os meus erros!

Eu aprendo a viver a cada dia que passa , com as armas que a vida me oferece.

Hoje publico esta foto com as minhas palavras do que eu aprendi, precisamente porque quem cá está exigiu que a foto fosse retirada... mas eu aprendi e quero partilhar o que aprendi... que não é por apagar a foto que se altera o passado. O que altera é o que nós conseguimos aprender e a capacidade que temos de o saber usar. Eu aprendi a amar, a perdoar, e a deixar partir... aprendi a ser indiferente ao odio que têm por mim depois de ensinar o que é o amor... com que se pinta a vida.



Maria Escritos

3 comentários:

  1. Aprende-se a amar com os erros sim. E os outros? Aí está o segredo do amor - SOFRIMENTO. Mas ainda é pior quando ensinamos a amar quem quer aprender e não atinge o verdadeiro patamar. Sofremos e fazemos sofrer quem é sangue de nosso sangue. Aí, não temos o direito de fazer sofrimento. Então não há nada como apagar as velas no silêncio, da noite, do dia e de todas as horas. O abandono e a ignorância é a melhor arma para quem se quer respeitar. Respeitando-se, ama-se é esta a minha teoria do AMOR.

    ResponderEliminar