21/09/09

Pedaços do céu




Tu falas de música, mas não escutas a melodia que há em mim
Falas de filmes, mas não vês o filme no qual somos protagonistas
Falas de viagens, mas não vês a viagem que eu queria fazer
Falas de brincadeiras, mas não vês que não me deixas brincar contigo
Tu falas em tempo, mas dás-me uma eternidade de vazio
Tu falas que queres rir, mas a mim fazes-me chorar
Tu falas em amor, mas a mim não sabes amar
E então eu digo que me desculpes, mas nesse teu tempo
eu não tenho lugar para brincar porque eu estou levando a vida a sério.
Com a minha música, os meus filmes, as minhas viagens imaginárias, os meus risos, as minhas lágrimas, o meu amor…
E se eu não tiver tempo nenhum para brincar contigo, me desculpe, mas eu estou levando minha vida muito a sério colhendo pedaços do céu para me enfeitar.


Maria Escritos

1 comentário:

  1. Não são precisos pedaços de céu, para nos enfeitar. Precisamos de pequenos nadas, para ficarmos mais bonitos.Ouvir uma musica em silêncio lado a lado ou de mãos dadas,ver um filme atentamente no silêncio da escuridão, fazer uma viagem mesmo que imaginária lado a lado ou regressando ao tempo de criança. Pequenos nadas que enfeitam nosso coração.

    ResponderEliminar