03/08/09

Abraço-te



Nasce no meu olhar um brilho novo.
Pulsa o meu Ser numa nova cor.
Desenvolve-se no meu peito
Uma enxurrada de amor

Procuram os meus braços
Envolver todos os seres
Enquanto dos meus lábios
Se soltam pequenos prazeres

Fica um abraço perfumado
De alegria e amizade
Entalhado na memória
Para matar a saudade

Maria Escritos

2 comentários:

  1. Todas as tuas palavras entram no meu coração como que uma flecha de carinho e sonho.

    ResponderEliminar
  2. Lindo!! Parabéns!!
    Adoro "lê-la" e passarei a ser uma visitante assídua deste seu espaço :)
    Beijinho imenso, minha querida Amiga :)
    Dina Magalhães

    ResponderEliminar