28/07/09

Sentindo, pensando, Existindo


Sinto a ternura com que afagas meu rosto
Como uma brisa suave que brinca ao meu redor
Provo o teu beijo sentindo o teu gosto
Tomando emprestado um pouco do teu calor

Um simples gesto, suave e ternurento
O toque dos teus lábios pousados em mim
Por um momento parados no tempo
Um raio de sol brilhando sem fim

Sigo vivendo neste breve pensar
E em ti pensando, continuo sentindo
Que o gosto do beijo que me deste a provar
Me faz pensar que estou existindo

Maria Escritos

Sem comentários:

Enviar um comentário