12/01/10

Soberano e meu senhor


Deixaste-me ver a tua alma
Para me mostrastes o verdadeiro amor.
Deste-me uma nova razão para existir
Quando através dos teus olhos
Me mostraste que um amor como o nosso
É bem mais forte do que qualquer lei.
Um olhar teu é suficiente para iluminar o meu dia,
Tal a intensidade do nosso amor.
Na tua alma descobri uma nova forma de ver
O baloiçar das folhas das árvores
Que seguem ao ritmo da música
Que trago no coração;
O sol brilha mais forte com mais intensidade;
A terra acabada de regar
Tem um cheiro doce,
Mais doce do que me recordo
E as nuvens brancas em contraste com o azul do céu
Assemelham-se a montinhos de algodão doce
Que apetece morder.
Solta-se o riso desenfreado da minha boca
Seguindo o ritmo da melodia que ecoa em mim
Rendo-me deslumbrada à névoa que me entretém

Desprende-se no ar um perfume sublime

Onde este amor é soberano e meu senhor!

O Mundo é tão bonito e eu nunca tinha reparado…


Maria Escritos – 2010
© Todos os direitos reservados

1 comentário:

  1. Grande e tremendo é o Senhor!Digno de toda honra e louvor!
    À Ele é devido toda nossa gratidão pelo dom gratuito,chamado vida!
    Que este Soberano Deus, continue seguindo seus passos e lhe dê forças para lutar por seus maiores objetivos!Não desista!
    De seu novo amigo,
    Ataniel.
    Abraços..

    ResponderEliminar