26/01/10

Espero por ti


Espero por ti
No infinito iluminado
Pela lua e pelas estrelas
Espero por ti
À noite, à beira-mar
Com as ondas, tontas
O teu nome a invocar.

Espero por ti
Enquanto avisto a Lua
E nela me reflicto, assim, nua
Espero por ti
Vislumbrando os salpicos das estrelas
Que se atiram à água
E teimam em beijar o mar

Espero por ti
Quando a noite cai
Fria e escura
E neste espera longa
Desespero, fico louca
Sonhando enrolar-me a ti
Como as ondas fazem no mar.

Espero por ti
No meio dos meus sonhos
Construindo fantasias
Enquanto a Lua e as estrelas
Brincando e reluzindo
Me convidam a sonhar
E só o teu nome nasce no ar

Espero por ti
Absorta nos meus sentidos
Enfeitada com espuma das ondas
Deitada num manto de estrelas
Desejosa, reflectida no luar
Por ti a bramar
Enquanto puder sonhar!

Espero por ti
Deitada ao luar…



Maria Escritos – 2010
© Todos os direitos reservados

Sem comentários:

Enviar um comentário